sexta-feira, 30 de março de 2018

GRINGO/LIVROS - VOLUMES 1 - 2 - 3 - RED DRAGON PUBLISHER/BOOKS





















                                        

TEASER DE THADEU FAYAD






















 O AUTOR

WILSON VIEIRA - Born in São Paulo/Brazil, is best known for his work for the Italian comics market during the 1970s. He settled in Italy in 1973 where he continued his studies in history and archeology, and where he commenced education at the Lorenzo de Medici Art Institute in Florence.  He additionally illustrated stories (Studio Staff di IF - Genoa) with Il Piccolo Ranger (206 - 207 - 250 - 251), being the first Brazilian artist to long work for Bonelli publishers. He contributed to several Italian and foreign publishers, making stories with Diabolik (Aster), Spider-Man (Marvel Group/Mondadori), Tarzan (Cenisio), and many other characters. Have talked about him: La Guida al Fumetto Italiano (Italy) - Le Dictionnaire Encyclopédique des Héros et Auteurs de BD (France). Bonelli Guide - All foreign Editions (Italy). He created and scripted the Brazilian saga Cangaceiros - Leather Men (2004), as well as the western miniseries Gringo (2006). Have also published comics in Argentina, Brazil, France, Italy, Portugal.

WILSON VIEIRA - È un autore brasiliano nato a San Paolo il 28 agosto 1949. Studia presso l'istituto d'Arte Lorenzo de Medici di Firenze. Si è formato professionalmente negli anni '70, in Italia, presso lo Staff di IF (nome utilizzato per individuare un insieme di autori che faceva capo allo Studio Staff di IF - Immagini & Fumetti di Gianni Bono).  Lo Staff di If, un’agenzia editoriale che raccoglie e organizza la produzione di alcuni dei migliori disegnatori e sceneggiatori fornendo penne, matite e creatività ai principali editori italiani di fumetti, Daim Press (oggi Sergio Bonelli Editore) e The Walt Disney Company Italia in testa. Nello Staff di If muovono i primi passi e si formano diverse generazioni di autori italiani oggi tra i più quotati. Nello stesso periodo studiava presso l'istituto d'arte 'Lorenzo de' Medici' di Firenze.  Ha collaborato con numerose riviste spaziando tra diversi generi. Tra le collaborazioni più importanti possiamo ricordare quelle per 'L´Uomo-Ragno' (Marvel Group/Mondadori), 'Tarzan' (Editrice Cenisio), 'Diabolik (Aster)'. E' stato l'unico disegnatore brasiliano a lavorare per la casa editrice Sergio Bonelli Editore (Altamira/SBE), disegnando alcuni episodi (206 - 207 - 250 - 251) di 'Il Piccolo Ranger'. Nel 1980 decide di tornare in Brasile, dove continua a dedicarsi al disegno ed all'illustrazione. Dal 1981 è docente di disegno artistico in Brasile. Attualmente non realizza più fumetti come disegnatore ma continua a lavorare nel campo come sceneggiatore e traduttore.  Sua la serie brasiliana Cangaceiros - Homens de Couro, che ha avuto inizio nel 2004 e sta avendo un grande successo nel suo Paese. Ha tradotto diversi numeri di Ken Parker in versione brasiliana, per la casa editrice CLUQ, dell'amico editore Wagner Augusto. Tra le altre cose gestisce i blog WILSON VIEIRA HQ (in portoghese) e WILSON VIEIRA FUMETTI (in italiano) in cui si possono trovare molte informazioni sui suoi lavori. Pubblicato anche in Argentina, Brasile, Francia, Italia e Portogallo.  

WILSON VIEIRA - Nacido en São Paulo/Brasil (1949) es conocido sobre todo por su trabajo para el mercado comiquero italiano durante los años 70. En 1973 se trasladó a Italia, donde continuó sus estudios de Historia y Arqueología y se matriculó en el Instituto de Arte Lorenzo de Medici, en Florencia. Creó sus primeros comics para el estudio Studio Staff di IF ("Immagini e Fumetti") en Genova. Ha dibujado, entre otros personajes, a Diabolik (Aster), Il Piccolo Ranger (SBE - 206 - 207 - 250 -251), Tarzan (Cenisio) y Spider Man (Marvel Group/Mondadori). Vieira volvió a Brasil en 1980. El año siguiente empezó a enseñar en el Disegno Artistico and Fumetti. En Brasil creó la serie CANGACEIROS - LEATHER MEN (2004), y tambien el western GRINGO (2006). Se publica también en Argentina, Brasil, Francia, Italia e Portugal.  
WILSON VIEIRA - Nasceu em São Paulo. Em 1973 foi para a Itália continuar seus estudos em História e Arqueologia, mas acabou estudando Artes no Istituto d'Arte Lorenzo de' Medici de Florença e também nessa época, colaborou com o Estúdio Staff di IF.  É um desenhista, ilustrador e atualmente roteirista brasileiro de HQs, com com mais de 36 anos de experiência, dos quais sete deles (1973/80), participando como colaborador do Estúdio Staff di IF em Gênova/Itália, ilustrando entre vários personagens, (il Piccolo Ranger - álbuns - 206 - 207 - 250 e 251)) o Pequeno Ranger, para a SBE (Sergio Bonelli Editore), sendo o único desenhista brasileiro a ilustrar alguns álbuns. Desenhou também dois episódios  para o personagem Diabolik, capas para o personagem Tarzan e um álbum do personagem Homem-Aranha (Spider-Man - Uomo Ragno). Foi o primeiro artista nacional a desenhar Diabolik, Tarzan e Homem-Aranha para a Europa.  É também autor da Saga Nordestina: Cangaceiros Homens de Couro e da série western Gringo; assim como autor de vários outros roteiros. Traduziu vários álbuns do personagem Ken Parker, para a editora nacional CLUQ.  Atualmente, continua escrevendo roteiros de variados temas para artistas nacionais e internacionais e seus trabalhos são publicados na Argentina, Brasil, França, Itália e Portugal. É o autor de dois Blogs: WILSON VIEIRA HQ (em Português) e WILSON VIEIRA FUMETTI (em Italiano). 

WILSON VIEIRA - Dessinateur et scénariste de BD, avec plus de 36 ans d’expérience, des quels 7 deux (1973/80), participant comme collaborant du Studio Staff di IF en Genova, Italie. Il a illustré aussi quelques épisodes (206 - 207 - 250 -251) de Il Picoolo Ranger pour la maison d’édition Sergio Bonelli , ainsi que Tarzan, Diabolik, et Spider – Man. Il est aussi auteur de la saga base sur le nordeste brésilien : Cangaceiros – Homens de Couro et de la série western (encore inédit) : Gringo , sans compte comme auteur des plusieurs scénarios avec aux dessins les plus grands dessinateurs brésiliens, il a était publié en Argentine, Brésil, France, Italie et Portugal. la travaillé aussi comme traducteur de quelques épisodes du personnage italien Ken Parker, pour le Brésil. Il a réalisé les adaptations, encore inédites, pour la BD des écrivains : E. A. Poe (Cœur Révélateur, La Barrique d'amontillado, Le Masque de la Mort Rouge, La Chute de la maison Usher, Bérénice), A. Bierce (Ce qui se passa sur le pont de Owl Creek, La chose maudite, La Mort de Helpin Frayser), B. Stoker( La Maison du Juge) Jonathan Harker (l'invité de Dracula), H. P. Lovecraft (Le jour de Nahum Wentworth), W. Irving (L'Aventure de l'étudiant allemand).Wilson Vieira a était cité dans: Guida al Fumetto Italiano (Italie), Dictionnaire des Héros et Auteurs de BD encyclopédique - volume 2 (France), Guida Bonelli - Tutte le edizioni straniere (Italie). Actuellement, il écrit: L'Alphabet du vieux West, pour le fameux blog portugais Tex Willer. Et écrire, écrire...   

                                                                       

     

EU NÃO ESCREVO, PARA CRIAR HERÓIS...ARRIBA GRINGO EM LIVROS!!
FICÇÃO BRASILEIRA/HISTÓRICA

EU E O MEU PERSONAGEM

Romancistas e Criadores de mitos escreveram sob as formas; episódicas e excêntricas, dramáticas e heroicas, dando vida àquela imagem superficial de um Oeste Selvagem, que fascina gerações no mundo inteiro.
Nós historiadores contestamos os dramas, e o heroísmo exagerados, negando, tanto o aspecto bárbaro quanto a missão civilizadora, porque suas críticas não podem se radicalizarem na objetividade, entre a Lenda e a Realidade sobre o Velho Oeste Americano e seus personagens.
Atualmente esta busca, de retornar aos tempos da História dos pioneiros e as origens econômicas e sociais dos Estados Unidos da América, ainda permanecem como objeto de inúmeros e infindáveis estudos.
Mas, a conquista do Velho Oeste foi, antes de tudo, uma obra de imigrantes pobres, inegavelmente.
Lá não importava a condição social, nem os títulos de nobreza; cada um contava com as próprias capacidades de sobrevivência, no miserável e realista dia-a-dia.
GRINGO é uma dessas inúmeras divagações, sobre o empolgante e fascinante tema, que permanece ainda hoje, inesgotável e misterioso; o Western, em Literatura.
Começa aqui uma aventura, descrita realisticamente; numa época selvagem, onde a lei era simplesmente uma palavra insignificante e na terra bruta, onde a arma tornava-se, a única justiça possível.
O clássico e idealizado herói do Faroeste em Literatura, normalmente é; respeitoso com as mulheres, cortês com os humildes, hábil e preparado para combater seus inimigos, sempre respeitando as regras de um jogo leal e, sobretudo, é um vencedor.
GRINGO não; simplesmente porque eu não escrevo, para criar heróis; na verdade, bem longe disso.
Ele não é, absolutamente, este tipo de personagem estereotipado, principalmente quando encontra, o seu irmão, brutalmente assassinado.
Saído das cinzas da famigerada e sanguinária Guerra de Secessão, este sobrevivente Unionista, traz consigo, as marcas de um passado sangrento.
Inicie a desvendar, a sua verdadeira e complexa personalidade, através desta série original e única.
Sim caro leitor, o Velho Oeste voltou, para ser lido, em quatro volumes sensacionais.
GRINGO é uma leitura ágil, vibrante, tendo muita ação do início ao fim, a cada capítulo, com estórias fechadas e interligadas, transferindo e materializando, os excelentes filmes Italianos em textos, com o verdadeiro e empolgante tema mundial; o SPAGHETTI WESTERN.
GRINGO durante suas aventuras relembra também, as terríveis batalhas nas quais participou e que dividiu o País, matando milhares de homens, como ele.
GRINGO é a verdadeira imagem do homem do Oeste pós-guerra, tentando sobrepujar a violência, o ódio e a vingança.
A morte o rejeitou, mas ainda pode levá-lo a qualquer momento.
Acompanhe GRINGO, em sua solitária e incessante cavalgada, neste ambiente hostil, enquanto ele está vivo!
Um verdadeiro spaghetti western brasileiro, em livros.
Um mestiço sem nome...arriba...GRINGO!!

Saído das cinzas de uma guerra civil, um mestiço leva consigo as marcas de um passado sangrento. A morte o rejeitou, mas ainda pode levá-lo a qualquer momento. E isso significa enfrentar a crueldade, o ódio, a vingança e os fantasmas da mente. Porém não procura desforras ou redenção; somente e simplesmente sobreviver. Acompanhe GRINGO um cavaleiro solitário, enquanto ele está vivo. Os tradicionais heróis do Wild Old West, estão sempre prontos a enfrentarem seus inimigos, respeitando as regras de um jogo leal. GRINGO não. Ele não é esse tipo de herói idealizado; absolutamente, o cabeludo, rompe totalmente, com a mesmice. Um verdadeiro spaghetti western brasileiro em livros. Um mestiço sem nome...arriba...GRINGO!!


IlustraçãoCapa/Livro/Volume 1 
Concepção Visual de Marcos Martins​
Logo/Capas/Livros 
Concepção Visual Logo - Alex Magnos​
Teaser e Ficha Técnica - Thadeu Fayad​
Editora RED DRAGON PUBLISHER/BOOKS/COMICS 
Editores - ALEX MAGNOS, TADEU FAYAD E RAPHAEL DUARTE

COMPRE NA EDITORA - BROCHURA
COMPRE NA AMAZON - EBOOK

GRINGO - VOLUME 1 

- MORTE MESTIÇA
- BANDOLEROS
- HOSSO INJUNS
- AÇO DAS BAIONETAS

Ficha Técnica
Título: Gringo
Autor: Wilson Vieira
Volume: 1 (de 4) 
Gênero: Faroeste, Western, Spaghetti Western
ISBN: 978-85-69097-28-0

Ficção Brasileira/Histórica
Páginas: 284
Edição: 1 (Maio, 2018)
Formato: 15x23cm
Acabamento: Brochura com orelhas
Tipo de papel: Cartão 250g (capa), Polen 80g (miolo) 


GRINGO - VOLUME I

1 - MORTE MESTIÇA
O clássico e idealizado herói do faroeste, normalmente é: respeitoso com as mulheres, cortês com os humildes, hábil e preparado para combater seus inimigos, sempre respeitando as regras de um jogo leal e, sobretudo, é um vencedor. GRINGO não. Ele não é absolutamente este tipo de personagem estereotipado, principalmente quando encontra, o seu irmão brutalmente assassinado. O bizarro mestiço cabeludo é somente um homem comum, sem futuro, mas é um típico produto de Guerra e agora está deveras violento, não tendo mais nada a perder, só a ganhar; no presente, em qualquer instante, em algum lugar, cavalgando pelo Velho Oeste, sua morte esperada, num período rude, onde o heroísmo nunca existiu. Conheça-o melhor, a partir deste capítulo e comece a desvendar a sua verdadeira e complexa personalidade, através desta série em livros, original e única.

2 - BANDOLEROS
Ao sul da fronteira Mexicana, os homens vivem miseravelmente e morrem geralmente, por morte violenta. Com dez dólares Americanos, uma família vive por semanas. Dez mil dólares Americanos é uma verdadeira visão do Éden terrestre. Muitos cortariam a garganta da própria avó, por uma quantia similar. GRINGO e sua arma secreta conhecem bem este segredo. El Turco e seus bandoleros sabem que ele também, está a par da situação. Daí então, a sombra da desgraça projeta-se sinistramente, sobre todos os seus protagonistas, implacavelmente.

3 - HOSSO INJUNS
Estamos em 1866, estado do Arizona, em um minúsculo vilarejo chamado Rainbow. Num pequeno forte, uma guarnição de Cavalaria. Lá está também GRINGO e um delicado Sir Inglês, jogador profissional. E não muito distante deste local, estão Cochise e seus valorosos e temíveis guerreiros Apaches, portanto muitas coisas estarrecedoras e inesperadas acontecem, neste local pitoresco e desolado do cenário selvagem Americano.

4 - AÇO DAS BAIONETAS

A trágica Guerra Civil Americana, joga irmão contra irmão, o pai contra o filho. Abrutalha os homens e as mulheres, reduzindo-os ao nível animalesco, mais feroz. Acostumando os indivíduos às torturas, aos roubos, aos homicídios. Assim, em homens como GRINGO, emerge como uma doença avassaladora, contagiosa e eterna; o sutil prazer de matar. 


Wilson Vieira colabora mensalmente, desde 2013, com o site Italiano: DIME WEB (QUADERNI BONELLIANI) Cadernos Bonellianos, dos amigos, Francesco Manetti e Saverio Ceri, escrevendo ensaios mensais, sobre a História do Oeste Americano, para os incontáveis fãs Bonellianos, ou não. Expressando assim, o seu apreço e profundos estudos históricos, pelo tema Western e tudo que o envolve, numa intrincada combinação de; dados, nomes, biografias, locais, acontecimentos e suas respectivas datas e fatos. 


RICETTA PER  SPAGHETTI WESTERN ALLA VIEIRA

Wilson Vieira ha salvato e portato nel suo bagaglio personale, ritornando nel suo Paese, il Brasile, dopo sette anni passati in Italia a studiare e lavorare nel Staff di IF di Gianni Bono, anche una ben selezionata creatività culinaria, e qualche altra abitudine stimolante, intrigante e indimenticabile acquisita negli affollati cinema italiani, dei quali è stato un attento, assiduo ed entusiasta frequentatore, negli anni '70. Lo ha fatto scrivendo nel dettaglio ogni singolo condimento essenziale, così come mettendo su carta le diverse proposte di cibi western su celluloide serviti a quel tempo. È questo il suo vero interesse personale - senza pari, profondo, attraente, gustoso, succoso e inebriante - per gli Spaghetti Western, la cui ricetta originale e unica fu creata da un duo Italiano di eccezionali Masterchef: Sergio Leone ed Ennio Morricone. Una ricetta che Wilson ha conservato con cura, anche con il passare del tempo e delle mode volatili su alcuni ingredienti essenziali. Dopo aver atteso per decenni con pazienza l'ora esatta, dopo una intensa lievitazione e maturazione, Vieira offre ai suoi numerosi e affezionati clienti, in un banchetto, questo suo piatto prelibato, che si fa notare per il suo elevato aroma e ottimo sapore, e soprattutto per il suo contenuto sorprendente, senza eguali. Mangia con vero piacere, lettore, questa magnifica alchimia; "Gringo" il cibo letterario brasiliano, che ora sarà finalmente e cerimoniosamente offerto dalla distinta Casa Editrice Red Dragon Publisher Books & Comics, sotto l'egida dell'editore, scrittore e amico Alex Magnos, in un menù eccezionale, senza precedenti e unico, in quattro volumi differenti pieni di vitamine. Per la versione cartacea, quindi, o lettore, informarti sul sito e goditi il piatto quando e come vuoi, questa famosa e unica pasta fatta in casa (una casa tropicale!) e servita al tuo domicilio. "Gringo" è il piatto sfornato seguendo le migliori ricette italiane, accompagnandolo con la mia ottima e abbondante salsa brasiliana, in modo da potere così offrire una pietanza veramente senza precedenti, per il pieno godimento dei miei innumerevoli e famelici clienti. Buon appetito e serviti a tuo agio, lettore, con il BANG! BANG! all’Italiana. Dopo il fumetto ora c'è anche la narrativa. Come conferma Alex Magnos, editore della Rede Dragon, Gringo è una lettura densa! L'Old Wild West è molto ben rappresentato in questo libro in tutti i suoi aspetti


RECEITA PARA ESPAGHETE WESTERN À MODA VIEIRA

Wilson Vieira contudo, guardou e trouxe em sua bagagem pessoal, a seleta criatividade culinária, retornando ao País, certo hábito inspirador, bem característico, intrigante e inesquecível adquirido em cinemas lotados de fãs, da Velha Bota, do qual era um assíduo atento e entusiasta participante, lá pelos anos 70. Anotando detalhadamente, os seus temperos essenciais, bem como, as diferentes propostas alimentares, servidas naquela época.
É o seu inigualável e profundo interesse pessoal, pelo atrativo, saboroso, inebriante e suculento SPAGHETTI WESTERN; cuja receita original e única, criada por uma dupla Italiana de excepcionais Masterchefs; Sergio Leone e Ennio Morricone, o qual preservou cuidadosamente mesmo, com o passar do tempo e dos modismos voláteis de alguns ingredientes, aguardando por décadas pacientemente, o exato momento, após intensa levitação e maturação, ofertá-la aos seus inúmeros e fiéis clientes, num banquete, do mais elevado aroma, sabor e principalmente, com o seu surpreendente conteúdo, bem diferenciado. Ingira prazerosamente, essa magnifica alquimia alimentar Literária, que será agora finalmente e cerimoniosamente, oferecida pela notável RED DRAGON PUBLISHER™, do escritor, editor e amigo Alex Magnos, num excepcional, inédito e exclusivo cardápio, em quatro variados e vitaminados volumes; em duas formas, para a sua melhor comodidade de aquisição: a versão brochura ou a versão eBook, a escolha delivery, é exclusivamente sua, portanto informe-se, no site e saboreie,   quando e como quiser, essa famosa e única macarronada caseira, servida à la carte.   
GRINGO é o prato resultante, desta rara, nutriente e fumegante iguaria, juntamente com o meu apetitoso e abundante, molho pessoal, caseiro, bem marcante, tornando-se assim, verdadeiramente inigualável, para o deleite total, de seus incontáveis fregueses.   


Bom apetite e sirvam-se à vontade, do bangue-bangue à Italiana; agora também escrito. 

"GRINGO, é uma leitura densa! O Old Wild West, está muito bem representado, neste livro, em todos os seus aspectos." Confirma Alex Magnos - editor da Red Dragon Publisher

GRINGO: LETTERATURA SPAGHETTI WESTERN IN QUATTRO VOLUMI

Romanzieri e narratori di miti scrivevano toccando tutti i generi: episodico ed eccentrico, drammatico ed eroico, etc., dando vita a quell'immagine superficiale di un selvaggio West che ha da sempre affascinato ogni nuova generazione in tutto il mondo. Noi storici mettiamo in discussione i drammi esagerati e l'eroismo del West, negandone sia l'aspetto esageratamente "barbaro" con il quale è stato talvolta dipinto, sia la presunta missione civilizzatrice. Oggi questa ricerca sulla Storia dei Pionieri e sulle origini economiche e sociali degli Stati Uniti d'America rimane ancora oggetto di innumerevoli e infiniti studi. Ma la conquista dell'Old Wild West fu innanzi tutto, innegabilmente, opera di poveri immigrati. Non importa quale fosse la condizione sociale, né i titoli di nobiltà: ogni pioniere sperimentava diverse capacità di sopravvivenza nella vita quotidiana, miserabile e reale, del West. Gringo è una di quelle innumerevoli divagazioni su quel tema emozionante e affascinante che rimane ancora inesauribile e misterioso: l'Old American West, in letteratura.
Nel primo volume inizia un'avventura realisticamente descritta, in un'epoca selvaggia in cui la legge era semplicemente una parola insignificante e nella terra cruda in cui l'arma divenne l'unica giustizia possibile. L'eroe classico idealizzato dal western, in letteratura e nei fumetti, di solito è rispettoso verso le donne, cortese con gli umili abile e preparato a combattere contro i suoi nemici - sempre nel rispetto delle regole di un gioco leale, Ed è soprattutto un vincitore. Gringo, credetemi, no! Non scrivo per creare eroi: anzi in in effetti tutt'altro, e soprattutto per questo personaggio. Lui rompe con tutte queste monotonie letterarie; lui non è assolutamente questo tipo di personaggio stereotipato, specialmente quando trova davanti a sé un parente brutalmente assassinato.

Uscendo dalle ceneri della sanguinaria Guerra di Secessione questo sopravvissuto porta con sé, nelle sue avventure, i segni di un passato orribile, ricordando le terribile battaglie alle quali ha partecipato, battaglie che hanno diviso il Paese, uccidendo migliaia di uomini come lui. Gringo inizia a svelare la tua personalità, vera e complessa, attraverso le pagine di questa serie. Sì, caro lettore: il Selvaggio Vecchio West è tornato, da leggere in quattro volumi sensazionali con quattro capitoli in ogni volume. "Gringo" è una lettura agile, vibrante, con molta azione dall'inizio alla fine, con storie autoconclusive ma interconnesse; qui si trasferiscono e si materializzano, nei testi, gli eccellenti film western italiani, con il tema del mondo vero ed emozionante. Sono gli Spaghetti Western. Gringo è la vera immagine dell'uomo del Dopoguerra che cerca di superare la violenza, l'odio e la sete di vendetta, volendo soltanto sopravvivere, giorno dopo giorno. La morte lo ha respinto ma può ancora prenderlo in qualsiasi momento. Accompagna Gringo nella sua cavalcata solitaria e incessante in questo ambiente ostile mentre ancora è vivo! Un vero Spaghetti Western brasiliano pubblicato in libri di narrativa Un mezzosangue senza nome... arriba... Gringo!


PROJETO/PROPOSTA DA SÉRIE GRINGO.
LITERATURA SPAGHETTI WESTERN, EM QUATRO VOLUMES. 

Romancistas e Criadores de mitos escreveram sob as formas; episódicas e excêntricas, dramáticas e heroicas, dando vida àquela imagem superficial de um Oeste Selvagem, que fascina gerações no mundo inteiro.
Nós historiadores contestamos os dramas, e o heroísmo exagerados, negando, tanto o aspecto bárbaro quanto a missão civilizadora, porque suas críticas não podem se radicalizarem na objetividade, entre a Lenda e a Realidade sobre o Velho Oeste Americano e seus personagens.
Atualmente esta busca, de retornar aos tempos da História dos pioneiros e as origens econômicas e sociais dos Estados Unidos da América, ainda permanecem como objeto de inúmeros e infindáveis estudos.
Mas, a conquista do Velho Oeste foi, antes de tudo, uma obra de imigrantes pobres, inegavelmente.
Lá não importava a condição social, nem os títulos de nobreza; cada um contava com as próprias capacidades de sobrevivência, no miserável e realista dia-a-dia.
GRINGO é uma dessas inúmeras divagações, sobre o empolgante e fascinante tema, que permanece ainda hoje, inesgotável e misterioso; o Western, em Literatura.
Começa aqui uma aventura, descrita realisticamente; numa época selvagem, onde a lei era simplesmente uma palavra insignificante e na terra bruta, onde a arma tornava-se, a única justiça possível.
O clássico e idealizado herói do Faroeste em Literatura, normalmente é; respeitoso com as mulheres, cortês com os humildes, hábil e preparado para combater seus inimigos, sempre respeitando as regras de um jogo leal e, sobretudo, é um vencedor. 
GRINGO não; simplesmente porque eu não escrevo, para criar heróis; na verdade, bem longe disso.
Ele não é, absolutamente, este tipo de personagem estereotipado, principalmente quando encontra, o seu irmão, brutalmente assassinado.
Saído das cinzas da famigerada e sanguinária Guerra de Secessão, este sobrevivente Unionista, traz consigo, as marcas de um passado sangrento.
Inicie a desvendar, a sua verdadeira e complexa personalidade, através desta série original e única.
Sim caro leitor, o Velho Oeste voltou, para ser lido, em quatro volumes sensacionais.
GRINGO é uma leitura ágil, vibrante, tendo muita ação do início ao fim, a cada capítulo, com estórias fechadas e interligadas, transferindo e materializando, os excelentes filmes Italianos em textos, com o verdadeiro e empolgante tema mundial; o SPAGHETTI WESTERN.
GRINGO durante suas aventuras relembra também, as terríveis batalhas nas quais participou e que dividiu o País, matando milhares de homens, como ele.
GRINGO é a verdadeira imagem do homem do Oeste pós-guerra, tentando sobrepujar a violência, o ódio e a vingança.
A morte o rejeitou, mas ainda pode levá-lo a qualquer momento.
Acompanhe GRINGO, em sua solitária e incessante cavalgada, neste ambiente hostil, enquanto ele está vivo!
Um verdadeiro spaghetti western brasileiro, em livros.

Um mestiço sem nome...arriba...GRINGO!!

"Acompanhe Gringo, um cavaleiro solitário, totalmente diferente dos tradicionais heróis do Velho Oeste, que estão sempre prontos para enfrentar seus inimigos, respeitando as regras de um jogo leal. 
Gringo rompe com a mesmice do herói idealizado, um verdadeiro romance ao melhor estilo brasileiro. 
Com muita ação do início ao fim, cada capítulo do livro conta com histórias fechadas e interligadas, utilizando-se como referência dos excelentes filmes Italianos de faroeste; os famosos (spaghetti westerns), além de todo conhecimento que o autor, Wilson Vieira, possui sobre a Guerra Civil Estadunidense, o Velho Oeste e seu período histórico. 

Nos presenteando com a realidade bárbara da missão civilizadora do Oeste Americano, tudo isso em textos recheados com o verdadeiro e empolgante spaghetti western. Gringo é uma leitura densa, por isso não espere encontrar o tradicional herói do Faroeste que, normalmente, é um vencedor. 

Aqui não há heróis."

*Afirma Alex Magnos - editor da RED DRAGON PUBLISHER - Quadrinhos e Livros.